domingo, 28 de junho de 2009

Tv Ideal descreve a nova campanha institucional da FMU

Uma série muito interessante sobre um dos aspectos do Marketing Educacional foi realizada pela IdealTV, onde a apresentadora Anne Dias recebe os convidados Sandoval Nassa, diretor de marketing da FMU, e Danilo Marques, diretor do filme Quase, que encabeça a nova campanha da instituição, para conversar sobre a campanha publicitária da FMU e o mercado de educação ...

Veja o que foi falado:


Veja a Parte 1


Veja a Parte 2

Veja a Parte 3

Gigantes estrangeiras atuam em operações milionárias no Ceará


Os setores de (...) e educação superior ganham força no Ceará com a entrada de empresas estrangeiras no Estado

As empresas cearenses vêm chamando a atenção do Brasil e do mundo. Apesar de, geralmente, carregarem o distintivo familiar, muitas fogem dessa característica e se destacam no mercado. Foi o que aconteceu com a Faculdades Nordeste (Fanor) (...).

Em 1º de abril, o grupo norte-americano Devry passou a controlar 70% dos ativos da instituição de ensino, com a compra da parcela do Banco Pactual e a capitalização da empresa.

Sem dizer qual o custo da operação, o presidente da Fanor e agora representante da Devry no Brasil, Carlos Alberto Degas Filgueiras (o Degas) informou que foi um negócio milionário, com um número de dois dígitos.

O Vice Presidente Sênior da DeVry, John Roselli, veio ao Brasil para formalizar a transação e comunicar os planos da instituição, que inclui a construção continuada de uma infra-estrutura em todo o Brasil. A meta implica em novos investimentos e, nos próximos cinco anos, continuar com aquisições de faculdades de 3 mil a 20 mil alunos, o que deve incluir faculdades no Sudeste do País.

Para Roselli, o Brasil é um dos importantes mercados para os projetos expansionistas da DeVry. “A Fanor possui um forte reconhecimento de marca e uma excelente reputação nos mercados existentes, além de ter uma presença vigorosa nas áreas de Engenharia, Tecnologia e Saúde, que estão em alta demanda no Brasil”, havia dito durante a apresentação do fechamento do negócio.

“Não vamos mexer no preço nem para cima nem para baixo. Achamos que nosso preços estão bem posicionados”, garantiu o presidente da Fanor. Degas afirma que serão disponibilizados cursos de inglês, programas de intercâmbio e um programa de graduação dupla, em que o estudante faz parte do curso no Brasil, outra parte nos Estados Unidos e se gradua com dois diplomas válidos nos dois países. Para iniciar os novos serviços, o executivo informou que foram liberados cursos, no valor de US$ 25 mil cada um, aos professores do Grupo.

Seleção natural
“A educação se fragilizou de mais com a criação de várias universidades. Mas agora os alunos estão começando a saber escolher e vai acontecer uma seleção natural do ensino”, analisa Degas, que possui MAB nos Estados Unidos.

Para ele a forte expansão de instituições de ensino superior transformou o setor em um dos mais ativos em fusões e incorporações. E deixou claro: “Sou a favor da concorrência e defendo o capital estrangeiro na educação. A consolidação da concorrência deixa o setor mais agressivo e com maior escala”. (Andreh Jonathas)


E-Mais

> Fundada em 2001, a Faculdades Nordeste incorporou a partir de 2007 a Faculdade para Desenvolvimento Humano (FDH), no Ceará, e a Faculdade Ruy Barbosa, Faculdade de Tecnologia Empresarial (FTE) e Faculdade ÁREA1, as três em Salvador (BA). Até Dezembro de 2008, as quatro jutas prestavam serviços a cerca de 10 mil alunos, em 28 cursos de graduação e mais de 30 cursos de pós-graduação, em Administração, Saúde, Direito e Engenharia;

> A DeVry atua em 30 países, possui mais de 100 mil alunos e 75 anos de atuação. O grupo fatura cerca de US$ 2 bilhões por ano e foi o primeira instituição educacional do mundo a abrir capital. É detentora das seguintes diversas instituições de ensino, dentre elas Universidade DeVry, Advanced Academics, Ross University e Chamberlain. A Universidade DeVry inclui Keller Graduate School of Management e oferece cursos de tecnólogos, bacharéis e mestres em Engenharia, Tecnologia, Negócios e Administração.

> A Advanced Academics atua com educação online de nível Médio em escolas distritais dos EUA. A Ross University oferece doutorado em suas escola de Medicina e Veterinária. O Chamberlain College of Nursing traz os diplomas de tecnólogo e bacharel em Enfermagem. (Com informações da Faculdades Nordeste - Fanor)


NÚMEROS

2 bi - DE DÓLARES É O FATURAMENTO ANUAL DO GRUPO NORTE-AMERICANO DEVRY

Fonte: http://www.opovo.com.br/opovo/economia/888780.html

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Fundo Advent compra parte da Kroton por R$ 280 milhões

Recursos devem impulsionar os planos de expansão do grupo de educação mineiro


A rede mineira Kroton Educacional - uma das maiores organizações educacionais privadas do Brasil, proprietária da rede de ensino Pitágoras - e empresa global de private equity Advent International anunciaram nesta quarta-feira (24) a assinatura de um acordo pelo qual a Pitágoras Administração e Participação (PAP), holding que detém 55% das ações da da Kroton, receberá um aporte de 280 milhões de reais. Do total, 220 milhões serão destinados a um aumento do capital da Kroton por meio de uma colocação privada de até 387,9 milhões de ações. Com a operação, o fundo Advent se tornará sócio da PAP com 50% das ações da holding, passando a deter indiretamente cerca de 28% do capital total da Kroton.

O investimento na Kroton é o 15º já realizado pela Advent no Brasil desde 1997, quando a empresa iniciou suas operações no país. Os recursos utilizados nesta operação virão do fundo disponibilizado pela Advent Internacional para a América Latina com valor total de 1,3 bilhão de dólares.

Fonte: http://portalexame.abril.com.br/negocios/fundo-advent-compra-parte-kroton-r-280-milhoes-479807.html

Fundo Advent compra 50% do grupo Kroton

A Advent, fundo internacional de private equity (que compra participação em empresas), anunciou ontem seu quarto investimento no País nos últimos nove meses. O fundo vai fazer um aporte de R$ 280 milhões na holding que controla a Kroton Educacional, proprietária da rede Pitágoras, entre outras instituições de ensino.

Parte do capital investido - R$ 220 milhões - será utilizado no aumento do capital da empresa, que fez seu IPO em 2007. O restante será destinado à holding Pitágoras Administração e Participação (PAP).

Segundo Patrice Etlin, sócio responsável pela Advent no Brasil, com a operação, o fundo terá participação de 50% na holding e de 28% na Kroton. O controle da companhia educacional - que tem cerca de 43 mil alunos no ensino superior e 226 mil no básico - será compartilhado entre os novos investidores e os fundadores. O conselho da Kroton também terá membros independentes. "É a empresa do setor educacional que mais cresce no Brasil e tem uma governança de primeira linha", justifica o executivo.

Pelo acordo firmado entre as empresas, a Kroton deverá realizar um aumento do capital no valor de R$ 387,9 milhões. Para chegar a essa quantia, além do investimento da Advent, a empresa fará uma emissão de ações ordinárias e preferenciais. Os acionistas terão direito de preferência para subscrever os novos papéis. Segundo a vice-presidente da Kroton Educacional, Alícia Figueiredo, a ampliação de capital servirá para acelerar o ritmo de crescimento da companhia.

A Advent analisa há bastante tempo a possibilidade de entrar na área de educação. De acordo com Etlin, o interesse ocorre pelo potencial de crescimento e fragmentação do mercado. "O ensino superior ainda tem pouco penetração no Brasil. Apenas 20% da população está matriculada em universidades, um número baixo em comparação com outros mercados desenvolvidos e até em desenvolvimento", afirma.

O negócio, segundo Etlin, segue a lógica dos últimos investimentos realizados pelo fundo no País. "Acreditamos na melhoria do poder de consumo de grande parcela da população", diz ele. Com essa expectativa, a Advent apostou fortemente em varejo e alimentação nos últimos anos.

Entre 2007 e 2008, adquiriu a rede de restaurantes Frango Assado e a de construção civil Quero Quero, líder na Região Sul do País, entre outras. O último negócio da companhia foi a compra de 30% da Cetip - empresa que administra operações no balcão onde são negociados títulos públicos e privados de renda fixa -, em maio.

Segundo Etlin, a continuidade dos investimentos em negócios no Brasil, mesmo com a crise, prova a confiança do fundo na economia. "Somos hoje o fundo de private equity mais ativo no País."

CONSOLIDAÇÃO

Para a vice-presidente da Kroton, a entrada do novo sócio ocorre em "momento propício". "Temos a chance de sair na frente na consolidação do mercado educacional, em um momento em que a maioria das empresas está com o caixa baixo", afirma Alícia. Desde o IPO, em julho de 2007, a companhia fez 12 aquisições no setor.

A Kroton foi fundada em 1966 em Belo Horizonte, por um grupo de empreendedores: Evandro Neiva, Júlio Fernando Cabizuca e Walfrido dos Mares Guias, hoje Ministro do Turismo. O negócio começou como um curso preparatório para o vestibular, mas avançou para outras áreas do ensino nos anos seguintes. Nos anos 90, criou a rede Pitágoras, comercializando seu método de ensino e gestão para escolas associadas. Em 2000, passou a atuar no ensino superior.

As três famílias fundadoras respondem pelo controle da empresa, agora compartilhado com a Advent. No primeiro trimestre de 2009, a Kroton teve receita líquida de R$ 107,5 milhões, 51,4% mais do que no mesmo período do ano anterior.

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2009/06/25/fundo+advent+compra+50+do+grupo+kroton+6949937.html

quinta-feira, 25 de junho de 2009

FUNDO DOS EUA INJETA R$220 MI EM REDE DE ENSINO

Detentora da rede Pitágoras de ensino básico e superior, a Kroton vai receber investimento de R$ 220 milhões do fundo de participações norte-americano Advent. Com o aporte, a Kroton pretende adquirir novas unidades de ensino superior. O grupo detém 17 faculdades Pitágoras, com cerca de 43 mil alunos, no Rio de Janeiro, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná e Maranhão. Em São Paulo, a Kroton tem campus em Jundiaí (58 km de SP). Segundo Alicia Figueiró, vice-presidente financeira do grupo Kroton, novas aquisições serão realizadas ainda neste ano.

Fnte: Folha de São Paulo

quarta-feira, 24 de junho de 2009

31º Profissionais do Ano premia propaganda da Católica UniSantos

31º Profissionais do Ano premia agências de Araraquara e Santos
Vencedores receberam diplomas, troféus e oito passagens aéreas a Paris

Ribeirão Preto sediou hoje à noite o 31º Prêmio Profissionais do Ano, região Sudeste Interior, promovido pela Rede Globo. A cerimônia, com sete finalistas, premiou agências de Santos e Araraquara. Na região Sudeste Interior, foram 167 inscrições.

A agência Ego Comunicação Estratégica, de Santos, venceu na categoria campanha com "Malabarismo", cujo anunciante é a Unisantos. O outro vencedor, na cateria mercado, foi a agência Santo de Casa, de Araraquara, cujo anunciante é o Shopping Jaraguá, sob o título "Patinação".

Dois dos sete comerciais finalistas na premição Sudeste Interior são de agências de Ribeirão. São eles: Magazine Luiza, da agência Etco Ogilvy e RibeirãoShopping, da NW3. Os vencedores receberam diplomas, troféus e oito passagens aéreas a Paris.
Terça, 23 de Junho de 2009 - 22h52
Fonte: http://www.jornalacidade.com.br/editorias/caderno-c/2009/06/23/31o-profissionais-do-ano-premia-agencias-de-araraquara-e-santos.html

e veja a reportagem sobre o prêmio: http://www.tvtribuna.com/videos/?video=24444

Mestrado profissional terá normas próprias para credenciamento e avaliação

O Ministério da Educação e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) publicaram nesta terça-feira, 23, no Diário Oficial da União, a Portaria Normativa nº 7, com normas específicas para credenciamento e avaliação de cursos de mestrado profissional. Com a medida, o MEC espera que muitas instituições que oferecem cursos de especialização - pós-graduação lato sensu - de excelência apresentem propostas para transformá-los em mestrados voltados para o campo profissional.
Dentre as principais normas anunciadas, destacam-se as várias possibilidades de trabalhos de conclusão de curso possíveis - além da tradicional dissertação -, e o requisito de que parte do corpo docente seja composta não apenas por mestres e doutores, mas que tenham também formação específica na área em que lecionarão, e professores com experiência profissional reconhecida.
Entre as vantagens da criação de uma área específica para avaliação de novos cursos de mestrado profissional na Capes, como já ocorre na área do mestrado acadêmico, o ministro enumerou os ganhos mútuos para alunos e instituições de ensino superior. "A academia ganha uma interação muito mais efetiva com o mundo do trabalho. Os cursos terão o interesse de mais pessoas, já que permitem a consolidação de um itinerário formativo de quem quiser seguir direto para um doutorado, além de permitir alcançar, com vantagem, as metas do plano anual da pós-graduação."
Para Haddad, com a criação de regras para avaliação e credenciamento diferentes das existentes para os mestrados acadêmicos, muitas áreas podem ser beneficiadas. "Podemos colocar no mestrado profissional alunos de odontologia, por exemplo, que hoje não têm uma residência na área, ou mesmo os de residências médicas, que poderão sair direto para um doutorado."
Jornalismo - Para o ministro Fernando Haddad, outra área que pode ser bastante beneficiada com a ampliação da oferta de mestrados profissionais, a partir das novas regras da Capes, é o jornalismo. Na opinião dele, o que o mercado busca não é o fim dos cursos na área. "Penso que a expectativa dos veículos não é a extinção, mas a qualificação dos cursos de jornalismo. Muitos países não têm a obrigatoriedade do diploma para exercício da profissão, mas têm bons cursos superiores. O jornalismo é um dos pilares da democracia, não podemos desconsiderar as especificidades do exercício da profissão. Mais do que habilidades e competências, um curso de jornalismo deve trabalhar os valores da prática jornalística, preparar bem o profissional que fará a intermediação da informação para o público. Com a decisão do Supremo Tribunal Federal, o mestrado profissional em jornalismo deve ganhar força", afirmou.
Veja a Portaria Normativa nº 7, publicada no Diário Oficial da União.
(Assessoria de Comunicação do MEC)
Confira o que ja foi publicado sobre o tema:
Capes regula a oferta de mestrado profissional
Exibir artigo...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...