segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

O que é uma nota de rodapé (ou explicativa ou de referência) em um texto científico e para que serve?

imageOs meus alunos e orientandos, geralmente, têm dificuldade para entender o uso correto de uma nota de rodapé, pois se encontram diversas formas de utilização, e algumas não estão corretas ou pelo menos não atendem ao que preconiza a ABNT sobre o tema.

 

Vamos à ABNT primeiro?

1. NBR 6022:2003

Pois bem, a NBR 6022:2003, que trata da Informação e Documentação – Artigo em publicação periódica científica impressa – Apresentação, informa no item 5.3 Elementos pós-textuais, que esses elementos são constituídos de, entre outros itens, de “d) notas explicativas”.  A norma conceitua esse elemento no item 3.16 nota explicativa: “Nota usada para comentários, esclarecimentos ou explanações, que não possam ser incluídos no texto.”

E explica do que se trata no item 6.3.4 Notas Explicativas, quando diz que “a numeração das notas explicativas é feita em algarismos, devendo ser única e consecutiva para cada artigo. Não se inicia a numeração a cada página” (p. 4). É interessante que você olhe lá os exemplos encontrados para um melhor entendimento.

Essa mesma norma explica o que o rodapé da página também serve para se apresentar os autores (se assim o periódico pedir, atenção a isso, pois alguns pedem para que não haja nenhuma identificação de autoria para que o processo de avaliação por pares siga em completo sigilo).

Essa explicação se encontra no item 6.1.2 Autor(es): “Nome(s) do(s) autor(es), acompanhado(s) de breve currículo que o(s) qualifique na área de conhecimento do artigo. O currículo, bem como os endereços postal e eletrônico, devem aparecer em rodapé indicado por asterisco na página de abertura ou, opcionalmente, no final dos elementos pós-textuais, onde também devem ser colocados os agradecimentos do(s) autor(es) e a data de entrega dos originais à redação do periódico.”

2. NBR 6023:2002

A NBR 6023:2003, que trata da Informação e documentação; Referências – Elaboração, apresenta no item 6.3 (dentro das Regras Gerais de Apresentação) que “as referências são alinhadas somente à margem esquerda do texto e de forma a se identificar individualmente cada documento, em espaço simples e separadas entre si por espaço duplo. Quando aparecerem em notas de rodapé, serão alinhadas, a partir da segunda linha da mesma referência, abaixo da primeira letra da primeira palavra, de forma a destacar o expoente e sem espaço entre elas.”

No item 5 Localização (das referências), a norma indica que a nota de rodapé pode ser usada para isso, ao afirmar que “a referência pode aparecer: (…) a) no rodapé;”. Mas eu sugiro não fazer isso, pois não é, atualmente, pelo menos na área da Administração, comum essa forma de apresentação de referências. Eu mesmo não uso dessa forma e sim ao final do texto.

3. NBR 10520:2002

A NBR 10520:2002 inicia sua explicação a respeito do tema deste post no item 3.6 notas de rodapé: “indicações, observações ou aditamentos ao texto feitos pelo autor, tradutor ou editor, podendo também aparecer na margem esquerda ou direita da mancha gráfica.”

Trata no item 3.5 notas de referência: “Notas que indicam fontes consultadas ou remetem a outras partes da obra onde o assunto foi
abordado.” e no item 3.7 notas explicativas: “Notas usadas para comentários, esclarecimentos ou explanações, que não possam ser incluídos no texto.”

Já no item 4 Localização: “As citações podem aparecer: a) no texto; b) em notas de rodapé.” Esse item indica que as citações, quando não feitas no sistema autor-data e apresentadas no corpo do texto, podem ser colocadas no rodapé da página. Eu evito isso e poucas revistas pedem dessa forma, mesmo sendo permitido pela norma. A norma informa isso novamente no item 6.1. Veja também a recomendação constante no item 6.2.1, com relação à numeração das citações, que não deve se feita no rodapé.

O tem 5.5, explica que o rodapé da página também pode ser usada, “quando se tratar de dados obtidos por informação verbal (palestras, debates, comunicações, etc...), indicar, entre parênteses, a expressão informação verbal, mencionando-se os dados disponíveis, em nota de rodapé.” E completa, no item 5.6, que “na citação de trabalho em fase de elaboração, deve ser mencionado o fato, indicando-se os dados disponíveis, em nota de rodapé.”. Veja os exemplos apresentados na norma para um melhor entendimento a respeito.

Já o item 7 da NBR 10520:2002 é todo dedicado a como se faz ou redige uma nota de rodapé, explicativa e de referência, e traz exemplos interessantes para o seu entendimento. Confira no documento essas dicas.

4. NBR 14724:2011

A NBR 14724:2011, no item 5.1 Formato, recomenda que o tamanho de letra para notas de rodapé deve estar em um tamanho menor do que o restante do texto (normalmente tamanho 10, quando o texto é 12).

No item 5.2 Espaçamento é indicado que a nota de rodapé esteja digitado em espaço simples.

Finalmente, no item 5.2.1 Notas de rodapé: “as notas devem ser digitadas ou datilografadas dentro das margens, ficando separadas do texto por um espaço simples de entre as linhas e por filete de 5 cm (antes eram 3 cm, na versão de 2002 dessa norma), a partir da margem esquerda. Devem ser alinhadas, a partir da segunda linha da mesma nota, abaixo da primeira letra da primeira palavra, de forma a destacar o expoente, sem espaço entre elas e com fonte menor.”

Normalmente, editores de texto como o MS Word, OpenOffice ou o GoogleDocs já trazem essa facilidade. Dê uma conferida.

Demais utilizações

Em um gráfico ou ilustração, as Normas de Apresentação Tabular (IBGE) indicam utilizar o rodapé na própria ilustração para indicar a fonte que forneceu os dados.

Periódicos científicos (ou mesmo eventos científicos) brasileiros costuma seguir o que dita a ABNT, mas há casos diversos, e portanto, o autor-pesquisador precisa conhecer o que cada veículo de comunicação científica preconiza e adaptar o seu texto ao que é exigido.

Certos periódicos não publicam as notas de rodapé, nem as de final de texto, com exceção para agradecimentos a instituições financiadoras e detentores de direitos autorais, no caso de artigos reproduzidos.

Nessas situações, normalmente se formata em fonte Times New Roman, 10, justificado.

Em TCCs e em dissertações/teses, as instituições de ensino, ou seguem a ABNT ou orientam a forma de se fazer em seus manuais disponibilizados aos alunos. Verifique na sua instituição o que é feito.

Concluído a respeito e colocando a minha própria experiência no uso desse item em um trabalho científico posso dizer que só faço uso da nota de rodapé ou dos demais tipos de nota em ultimo caso, para não poluir o texto. Mas, seguindo as normas, fica a gosto de cada um.

Assista alguns tutoriais a respeito da inserção das Notas de Rodapé, Explicativas ou de Referências clicando aqui.

Espero que tenha gostado dessa dica, agora comente e compartilhe. Traga as suas contribuições a respeito.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...