quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Dissertação orientada: “O Comportamento do Consumidor na Economia Informal do Grande ABC Paulista”

No dia 23 de setembro de 2013 ocorreu, sob a minha presidência, a Banca Examinadora da Dissertação de Mestrado de minha orientanda e candidata Rita de Cássia de Andrade Ferreira, agora mestre em Administração pelo Programa de Pós-Graduação em ADMINISTRAÇÃO da Universidade Metodista de São Paulo (PPGA-UMESP).

A banca pública foi composta pelo Prof. Dr. Luciano Antonio Prates Junqueira (PUC-SP), pelo Prof. Dr. Almir Martins Veira (PPGA-UMESP) e por mim.

Foto da banca:

                                                     Almir, Alberto, Rita e Luciano

Profs. Almir e Alberto, a nova mestre Rita de Cássia e o Prof. Luciano.

Resumo do trabalho nova Mestre em Administração

O Comportamento do Consumidor na Economia Informal do Grande ABC Paulista”, de Rita de Cássia de Andrade Ferreira (clique no título e acesse o trabalho completo)

Diminuir o consumo de produtos oriundos da economia informal e conscientizar os consumidores acerca dos malefícios do mesmo tem sido um imperativo para os órgãos governamentais, organizações privadas e instituições não governamentais que prezam pela melhoria no ambiente de negócios. No entanto, apesar do apelo feito aos consumidores para não adquirirem produtos do mercado informal, é possível notar nas calçadas das ruas e avenidas a existência de inúmeros pontos de venda informais. Neste contexto, esta pesquisa tem como objetivo identificar e analisar os fatores influenciadores do comportamento do consumidor de produtos adquiridos na economia informal da Região do Grande ABC Paulista. Para tanto, foi realizado um estudo qualitativo, de caráter exploratório, cujos dados primários foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas e os dados secundários extraídos da literatura acerca do comportamento do consumidor considerando-se os fatores influenciadores: cultura, ética e responsabilidade social, bem como, a economia informal. Participaram das entrevistas pessoas economicamente ativas com idade entre 25 e 44 anos, consumidoras de produtos oriundos do comércio informal e residentes na Região do Grande ABC Paulista. Com base nos resultados da pesquisa empírica é possível inferir que os consumidores efetuam compras no comércio informal devido ao preço e acessibilidade ao ponto de venda. Trata-se de um consumo culturalmente estabelecido, devido à disseminação do mesmo entre as redes sociais das quais os consumidores fazem parte. De maneira geral, os entrevistados mostram-se conscientes sobre os malefícios sociais, ambientais e éticos da economia informal, mas pouco os consideram no momento da compra.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...